.

HOME

ASTRONOMIA

 › História
 › Pesquisa Espacial
 › Satélites Artificiais
 › Telescópios
 › Dados

SISTEMA SOLAR

 › Sol
 › Mercúrio
 › Vênus
 › Terra
 › Marte
 › Júpiter
 › Saturno
 › Urano
 › Netuno
 › Planetoides

UNIVERSO

 › Asteroides
 › Cometas
 › Constelações
 › Estrelas
 › Via Láctea
 › Galáxias
 › Cosmos

ESPECIAIS

 › Catálogo Messier
 › Buracos Negros
 › Eclipses
 › Exoplanetas
 › Projeto SETI
 › Vida Extraterrestre

DIVERSOS

 › Últimas Notícias
 › Efemérides
 › O Céu este Mês
 › Dicionário
 › Fotos
 › Downloads
 › Links
 › Livros e Referências

CONTATO


 
 
 
PLUTÃO E CARONTE

Plutão foi descoberto em 18 de Fevereiro de 1930, tornando-o o último planeta descoberto no nosso Sistema Solar. Depois de muita controvérsia, a União Internacional de Astronomia decidiu em 24 de agosto de 2006 que Plutão não deveria ser mais chamado de planeta, devido a sua órbita e tamanho, sendo suas características, mais próximas a de um asteroide.

A órbita de Plutão está muito inclinada, cerca de 17 graus em relação ao plano de órbita dos planetas. As observações mostram também que o eixo de rotação de Plutão está inclinado 122 graus. As observações de Terra indicam que a superfície de Plutão está coberta por gelo de metano e existe uma fina atmosfera que pode congelar e cair na superfície enquanto o planeta se move para longe do Sol.

Plutão tem um satélite com o nome Caronte, nomeado segundo o barqueiro da mitologia grega que guiava o barco pelo Rio Styx até ao reino do submundo de Plutão. Caronte foi descoberto em 1978. A composição da sua superfície parece ser diferente de Plutão. A lua parece estar coberta de água congelada e não de gelo de metano. A sua órbita está gravitacionalmente presa a Plutão, por isso ambos mantêm o mesmo hemisfério em frente um do outro. Os períodos de rotação de Plutão e de Caronte e o período orbital de Caronte são iguais.

 
IMAGENS DE PLUTÃO E CARONTE

Plutão e Caronte
Esta imagem de Plutão foi obtida pelo Telescópio Espacial Hubble. Mostra uma imagem rara de Plutão com a sua lua Caronte, ligeiramente menor. Devido à sua grande distância do Sol, crê-se que a superfície de Plutão atinge temperaturas até -240°C (-400°F). Da superfície de Plutão, o Sol surge unicamente como uma estrela muito brilhante.

Imagem do Telescópio Hubble
Esta é a imagem mais nítida já conseguida de  Plutão e da sua lua, mostrada pelo Telescópio Espacial Hubble. A imagem foi obtida em 21 de Fevereiro de 1994, quando o planetoide estava a 4,4 bilhões de quilômetros da Terra e 19.640 quilômetros um do outro.

 


 
Astromador - Astronomia para Amadores